Design Thinking e publicações digitais

O termo Design Thinking você talvez já conheça. Foi cunhado por Tim Brown, CEO da Ideo, quando ele publicou um livro sob esse título. No Brasil, a obra foi publicada em 2010 com o subtítulo “Uma Metodologia Poderosa Para Decretar o Fim das Velhas Ideias”.

A proposta é aplicar em projetos diversos o modo de pensar e conduzir processos utilizado no design. Basicamente, isso significa abordar propostas ou problemas sob novos pontos de vista, considerando o contexto, os usuários e pessoas envolvidas. Olhar para a raíz da situação, eliminando ideias preconcebidas e desviando clichês e respostas fáceis. Com uma abordagem “fresca” e embasada, o caminho à inovação é mais provável.

Parece óbvio que esse seja o caminho ideal mas no dia-a-dia a pressão por resultados rápidos empurra pessoas e equipes inteiras à opção por respostas superficiais ou batidas. Velhos problemas continuam sendo tratados com velhas concepções. E segue-se na incoerência de esperar resultados diferentes com as mesmas ações.

As publicações digitais são uma realidada há anos mas esse é ainda um mercado em expansão onde novos integrantes aderem a cada dia. Há muita coisa bacana já feita que pode servir como inspiração, mas o fato de ser novidade para muita gente é uma oportunidade de começar do jeito certo.

Esse é o momento de parar um pouquinho e avaliar como, afinal, ocorre a leitura em um dispositivo móvel. Quem lê? Onde lê? Experimentar, rascunhar possibilidades e criar um meio de comunicação que de fato se relacione com seu público. Na primeira edição da Revista Magtab há uma pesquisa com números que podem te ajudar um pouco nessa tarefa.

Um grande risco está em estagnar trazendo para o digital uma simples réplica do impresso.  Esse pode ser um ponto de partida mas se restringido a isso, além de esperar novos resultados com uma antiga abordagem, estaríamos ignorando o contexto de consumo e relação do usuário com a publicação e o seu suporte.

Se o seu conteúdo é customizado ou você faz uma revista institucional,  há algo mais. Branded content, marketing de conteúdo, interrelação com mídias sociais, edições e encartes especiais… Você já pensou que o leitor carrega sua marca no bolso? Com o aplicativo da sua publicação instalado no smartphone, o acesso do leitor/cliente ao seu conteúdo é permanente e sem limites de horário. É genial poder distribuir semanalmente as ofertas da sua rede de supermercados ou farmácias direto no smartphone do seu cliente, não acha? Se você o der uma boa razão para manter os alertas de atualização habilitado, melhor ainda! Mas afinal, que razão seria essa?

Well, it’s time for some thinking!

Para saber mais sobre o livro Design Thinking, de Tim Brown clique aqui .

Texto originalmente publicado na Revista MAGTAB ed.02.

1 Comments

  1. admin out 05, 2015 - 01:51 PM

    seseefsfesfesfesfesfawfaw

    Reply

Leave a Reply

UA-51546428-5